Erros como facilitadora – a continuação

  • 3
  • 3
  •  
  •  

Oie, pessoal,

Vou compartilhar mais alguns errinhos rudes que cometi como facilitadora. Vamos lá!

Caso ainda não tenha visto os erros anteriores, clique aqui.
A louca do timebox.
Fonte: https://image.afcdn.com/story/20160201/como-organizar-o-tempo-856558_w767h767c1cx510cy248.jpg

A louca do timebox. Fonte: Tão feminino.

Ao longo do tempo, fui aprendendo a utilizar o timebox a favor do objetivo da reunião. Isso após muita prática. Maassss, às vezes, estava ou estou tão preocupada com o tempo que deixava cair o pratinho de observar o ambiente ou até mesmo interromper as pessoas enquanto elas falavam. E qual o problema que pode gerar nisso? Ao interromper alguém pode quebrar o raciocínio da pessoa, intimidando-a com essa abordagem, fazendo ela desistir de contribuir, e sua facilitação vai para o saco. Em relação a não observar o ambiente, isso impacta em perceber como as pessoas estão reagindo as mensagens emitidas durante a reunião, e se o resultado esperado está sendo atingido.

Quais são minhas dicas para minimizar essa falha? Prática! Conforme você vai praticando, algumas ações como controlar o timebox começam a se tornar inconsciente. Outra dica é acordar com o time que irá fazer um sinal ou placa para quando o tempo estiver estourando, tipo o soar do sino no boxe, e validar com todos se desejam continuar com o assunto, sugiro fazer isso com um resumo do que foi obtido até o momento e aí sim questionar o público.

Trabalhar em par mais atrapalha que ajuda.
Trabalhar em pares atrapalhar?! Fonte: Internet.

Trabalhar em pares atrapalhar?! Fonte: Internet.

Quando você e seu colega de trabalho combinam de facilitar uma dinâmica juntos e o resultado acaba sendo meio murcho, sem graça. Eu, particularmente, gosto muito de trabalhar em par em uma facilitação, pois aprendo com a outra pessoa novas maneiras de conduzir as dinâmicas  e a troca de conhecimento é sempre enriquecedor.

Das vezes que não deu certo, foram quando eu e o(a) colega não combinávamos o jogo antes, ou fazia aquele combinado meia boca. Portanto, planejem e validem se ambos compreenderam como será o jogo e mais importante, ao final da reunião, façam feedback entre ambos.

Seguindo um plano, não importa o que aconteça.

“No matter how well-planned or how deeply understood the method is, we can not avoid some unexpected behaviour or undertermined outcome.” Manoel PimentelThe Agile Coaching DNA.

Não importa o quanto você planeje ou entenda a situação, não tem como evitar algum comportamento inesperado ou resultado indeterminado. Cara, tudo pode acontecer. Apesar do texto do Manoel se referir a mudança organizacional, essa frase caiu com uma luva sobre o que quero transmitir. Há momentos que nossos planos para facilitar uma situação é lindo, nos apaixonamos por aquele plano, a qual pode nos deixar cega sobre o que está acontecendo na reunião assim não notamos ou ignoramos e continuamos a seguir o plano inicialmente definido.

Porém esse tipo de comportamento pode impactar diretamente no resultado esperado do encontro. Por isso, fique atento ao que está acontecendo na reunião. A cada timebox, valide com o grupo ainda estamos no caminho proposto inicialmente, deixe a agenda exposta para ser somente um guia. Adapte-se se necessário. Ser flexível, para mim, é uma característica muito importante como facilitadora. Relembrando o manifesto ágil:

Responder a mudanças mais que seguir um plano.

Então pessoal, reforço que os erros são verdadeiros aprendizados que carrego ou recordações que ainda estou aprendendo. Mas das coisas que vem me ajudando a ver esses erros são os constantes feedbacks do time que estou ou das pessoas que estão ao meu redor. Gratidão por essa demonstração de carinho.

Portanto, reforço solicite feedbacks ao final de suas facilitações e os ouça com atenção, pois irão te ajudar muito.

Abraço.

Showing 3 comments
  • Resille
    Responder

    Obrigado por compartilhar suas experiências, ficou muito bom parabéns

    • Jana Pereira
      Responder

      Obrigada, amigo!! Pratique e compartilhe sua aprendizagem.

pingbacks / trackbacks
  • […] leu os erros de uma facilitadora, saberá que levou um tempinho para eu aprender sobre timebox. E depois disso, eu já falei para […]

Leave a Comment