Pai d’égua de Agile Trends Pocket Belém

  •  
  •  
  •  
  •  

Oie pessoal,
No dia 29.10.2016 estive em Belém no Agile Trends Pocket, uma versão compactada do Agile Trends que ocorre em São Paulo. Essa edição de Belém foi a primeira da região Norte do Brasil, organizada com o apoio da galera do TáSafo. Essa galera super hospitaleira e gente boa. Hoje não teremos entrevista com os convidados, pois irei contar como foi essa experiência incrível de estar lá e vivenciar cada minuto desse evento da abertura até o happy hour.

 Quer saber mais sobre o evento Agile Trends, acompanhe a galera do Tá safo.

A primeira palestra que vi foi da baiana cheia do dendê Mila Orrico da ThoughWorks(TW)  falando sobre O trabalho de FDP do PO: fatiar, descartar e priorizar!. Sua dinâmica e explanação sobre o que o Product Owner pode fazer, rendeu merecidamente, o prêmio Luca Bastos, pena que não foi acompanhado por sorvetes Cairu, a mulé trocou o jantar por sorvete, vê se pode?! Rs.. Ela destacou bem a ideia de avaliar sempre os benefícios das features na hora de escrever as estórias e que o melhor PO não é o cliente.

milaAgileTrends

Mila Orrico – O trabalho de FDP do PO.

Magno de Santana da DígithoBrasil mostrou a todos um arsenal de canvas do Lean Service Creation, o que é compilação da empresa Futurice. Os canvas se baseam em Lean Startup, Agile development e Design Thinking. Sinceramente, achei ótimas ferramentas para serem adicionados no cinto de um bom Product Owner. Magno contou suas experiências com o uso dos canvas e como isso ajuda minimizar os egos das áreas de negócio e desenvolvimento, além de ajudar o cliente a ter uma melhor visão se o projeto ou produto é factível no tempo que o cliente deseja. Essa palestra já entrou no meu backlog para estudar e aplicar assim que possível.

magnoSantanaAgileTrends

Magno de Santana – Lean Service Creation

Outra palestra que destaco é do frequentador do nosso pub, Samuel Cavalcante da K21. Ele falou da trajetória dele na facilitação de lições aprendidas e team buildingConhecendo e Criando novas Retrospectivas. Para mim, uma palestra  que nos inspira a explorar mais as dinâmicas do funretrospective e entre suas aprendizagens, ele destaca o facilitador compreender o contexto do time para poder utilizar as dinâmicas da melhor forma.

samuel

Samuel Cavalcantes – Conhecendo e criando novas retrospectivas.

A palestra do Dairton Bassi também me chamou muito atenção, apesar de ele falar sobre  Atingindo objetivos com OKRs, ele também aproveitou para nos mostrar os valores do Modern Agile, foi um boa introdução para esse conceito recente que está poraí. Gostei que ele propôs da ideia de os objetivos não serem fácil e sim desafiadores. Ah, o Dairton também é coordenador do Agile Trends.

dairton

Dairton Bassi – Atingindo Objetivos com OKRs

Vi também as palestras do Paul Marcel da Vindi, falando sobre a Loja do futuro e como as lojas físicas estão se adequando. Assim como do Ademir José da DevLivery comentando sobre Manter-se Ágil. E a palestra bem criativa do Paulo Igor falando sobre Um Zumbi chamado Agile, afinal quantas vezes já mataram esse tal de Agile, já até comentamos sobre isso aqui. O Zumbi me dominou e acabei perdendo a palestra da Marcely Santos da TW, paraense simpática e prestativa, falando sobre O papel do analista de negócios no mundo ágil.

Veja também Quando uma paraense volta às suas origens para palestrar no Agile Trends Belém!

E ao entrar por engano em uma sala, pude interagir no Fishbowl sobre “Quem nunca fez deploy na mão que atire a primeira pedra” com o Luiz Sanches, que figura agradabelíssima! Lá contribui um pouco sobre automatização, o que para mim, não precisa ser fodástico, começar pequeno e simples, conforme a disponibilidade e empenho do time, aplicando ferramentas mais adequadas para o seu contexto. A interação ao vivo e em cores foi muito boa!

E para finalizar o evento, a palestra do KEYNOTE SPEAKER Klaus Wuestefeld da HE:labs sobre A Questão mais Foda, o que foi f@$#! Para mim, ficou a seguinte mensagem: Investir em qualidade, em melhoria contínua, para ganhar produtividade, e isso da maneira mais simples possível. Aqui três frases dele que ficaram bem marcadas para mim:

“Antônimo de ágil é retranqueiro.”
“Eu considero antiético testar o software na mão”
“A cultura vai comer o processo para o café da manhã.”

Já ia esquecendo, lá apresentei Agilidade do dia a dia, assunto que compartilhei com você aqui no nosso Pub antes mesmo do evento. Lá recebi feedback muito bons e como posso melhorar como palestrante, com diversas dicas. Além de apresentar pela primeira vez em um evento de agilidade, o mais enriquecedor foi fazer networking com os demais palestrantes e com as pessoas de lá, como também poder ver o quanto ainda tenho que aprender.

E acabou?! Nada! Ainda teve happy hour com a galera, apesar da lei seca. Foi lá que pude trocar mais ideias com a galera do TáSafo, o que foi bastante inspirador, uma vez que a comunidade está para completar 10 anos de idade, forte, empenhada e crescendo cada vez mais. Belém, fiquei admirada por toda sua garra, já quero para Manaus esse mindset ágil apoiado por pessoas que realmente acreditam no seu trabalho ágil.

Happy Hour do Agile Trends.

Agile Pub no Agile Trends.

O bate-papo Samuel foi demais, ajudou bastante como profissional de agilidade. Gratidão imensa ao Samuel, um agile coach inspirador! Gratidão também as meninas da TW, Marcely e Mila, as quais contribuíram bastante para eu ir em mais eventos, mais energizadas de ideias e metas. Valeu, meninas. Ainda nos agradecimentos, obrigada Fabio Aguiar e a Galera do TáSafo pelo o convite maravilhoso e a oportunidade enriquecedora. A galera da organização está de parabéns por cada detalhe, foi sensacional o evento!!! Levei somente uma mochila nas costas para Belém e de lá voltei com uma mala cheia de ideias, metas e planos para o meu dia a dia, para o meu trabalho, para a minha vida, meu futuro e nosso pub.

Então, pessoal, qual o próximo evento que iremos nos encontrar e trocar ideias? Dica: Reserve grana para ir pelo menos um evento por ano, vai ser sensacional!

Abraços

As palestras estão sendo atualizadas na página do evento.

 

Showing 5 comments
  • João Clineu
    Responder

    Parabéns Jana. Manaus muito bem representada.

    • Jana Pereira
      Responder

      Obrigada, João! Saudade, moço!

  • Mila Orrico
    Responder

    Demorei pra ler, mas adorei. Um prazer conhecer você!
    Haaaaaa o melhor jantar foi o meu! =D

    • Jana Pereira
      Responder

      Verdade.. só por isso, vou tomar um cairu amanhã. Rs

pingbacks / trackbacks
  • […] primeira vez que escutei esse termo foi no Agile Trends Belém com a Mila Orrico. Descobri o quanto é importante fatiar bem para que o time possa entregar valor […]

Leave a Comment