Scrum e seus valores

  •  
  •  
  •  
  •  

O Scrum apresenta uma dinâmica, papéis e conceitos que iremos detalhar posteriormente aqui no Agile.Pub, por enquanto, segue um aperitivo para iniciarmos nosso happy hour de segundona.

O Scrum é um framework de desenvolvimento de projeto software concebido na década de 90 e a cada dia ganha mais adeptos. Segundo a VersionOne, o Scrum e suas vertentes são os mais utilizados pelo mundo pelo o fato de ser simples, leve e adaptável.  O Scrum não se restringe ao “pessoal de TI”, pode ser aplicados em diversas áreas que apresentam as características de projetos complexos e com ambiguidade.

Baseado no empirismo, o Scrum utiliza a abordagem de ser iterativo e incremental para entregar funcionalidades ao cliente, o que resulta em minimizar riscos durante o projeto. Como assim iterativo e incremental?! Iterativo entende-se que a cada timebox – espaço de tempo fixo definido – você entrega um item ou funcionalidade do produto para o cliente, ressaltando que esse item deve agregar valor ao negócio do cliente. Já o incremental significa que este item entregue faz parte do produto originalmente pensado. O item ou a funcionalidade é acrescentada ao produto a cada iteração e no final do projeto temos o todo do produto (ou as funcionalidades que tiveram mais prioridades). Essa abordagem estimula o aprendizado acercar dos detalhes do projeto no mesmo ritmo iterativo e incremental.

Lembra do Manifesto Ágil e seus princípios?! O Scrum também os segue. Além disso, ele possui cinco valores que dão personalidade aos papéis (Scrum Master, Product Ower e Developer Team). Os valores são crenças e atitudes que se esperam do time Scrum,  a fim de que obtenham resultados saudáveis e de sucesso para a adoção. São eles:

foco

Foco

Já esteve em um projeto em que você ou sua equipe esquarteja um produto para cada um fazer uma parte e, no final, nada é entregue ao cliente final? Ser multitarefa é desperdício de energia. Para ampliar a magnitude de nossas atividades, o time deve manter o foco em pequenas partes por vez, o que aumenta a produtividade e o auto-estima do time e proporcionado entregas de valores de negócio mais rápido. Essas pequenas partes devem estar bem clara e alinhadas com o negócio. O Product Owner deve manter o foco nas necessidades mais urgentes do negócio. Para se manter o foco, o facilitador (Scrum Master) auxilia no remoção de impedimentos.

coragem

Coragem

Você já trabalhou em projeto de escopo fechado e  no meio do projeto foram necessárias diversas mudanças, gerando muito conflito entre as partes envolvidas? O valor coragem envolve aceitar mudanças como parte do processo de desenvolvimento do produto, confiar no time para ele trabalhe conforme o necessário para atingir metas acordadas. Coragem em errar, falhar, expor a falhar e aprender com elas o quanto antes. Ter coragem entregar as partes do produto com periodicidade acordada. Ter atitude executar as ações necessárias e cabíveis para remover impedimentos com o objetivo de otimizar a produtividade do time (né, Scrum Master?).

franqueza

Franqueza

Já teve dificuldade de expressar sua opinião para o grupo ?! A franqueza, em geral, envolve a abertura de oferecer e receber de feedback dentro do time(dialogo em retrospectivas), do time para com o Product Owner ou cliente (apresentação de iterações e esclarecer dúvidas), assim como Scrum Master (identificar e remover impedimento), “o que cria visibilidade sobre os problemas e estimula a busca por soluções”. Assim como, a franqueza espera a transparência de atividades, do trabalho realizado ou estimativas.

comprometimento

Comprometimento

Quantas vezes você disse que ia começar a parar de beber depois do último pileque? Quando o time se compromete em realizar algo, o time deve fazer sua parte para garantir que isso ocorra, ou seja,  planejar, monitorar, executar, controlar e encerrar suas atividades. “Assim, é responsável e responsabilizado pelos seus resultados.”. Como também o Product Owner se comprometer em priorizar as necessidades do negócio. E o Scrum Master se compromete em fazer que o Scrum ‘rode’ conforme recomenda o framework.

respeito

Respeito

Já se sentiu coagido em um time, no qual qualquer crítica construtiva seria vista como destrutiva? O valor respeito abrange as ações e permitir realizá-las por meio de diálogo, permitindo a criação de possibilidades. O respeito se trata em reconhecer e  entender as diferenças entre as pessoas do time, assim preservando o bom diálogo, sabendo ouvir e respeitar as opiniões dos demais. O time também respeita as decisões de negócio do Product Owner, e este, por sua vez, respeitar os julgamentos técnicos do time. “Por fim, são respeitados o bem-estar e o direito das pessoas que trabalham no projeto  a uma vida privada.”

Percebam que os valores estão voltados diretamente a parte humana da gestão de projeto. Como disse no início do post, quanto mais você entender e praticar esses valores como time,  auxilia na adoção do Scrum. Destaco que a aprendizagem sobre os valores pode ser lenta ou rápida para alguns times, dependerá das pessoas, da cultura organizacional da empresa e quão elas estão preparadas para as mudanças.

A recomendação é comece o Scrum de maneira simples, passos pequenos, o Scrum “sempre estará em uma contínua mutação, pois deve ser usado para ajudar a organização a chegar a uma forma melhor no que tange ao mindset e aos processos de gestão de projetos e de produtos.”.

Até a próxima.

A descrição de valores é baseado ou transcrita do livro Scrum: Gestão ágil para projetos de sucesso de Rafael Sabbagh. Livro leve e fácil compreensão sobre o Scrum.
Showing 4 comments
  • Rafael Naves
    Responder

    Ótimo conteúdo para iniciar o entendimento, principalmente pelo foco nos valores e não em regras.

    • Jana Pereira
      Responder

      Obrigada, Rafael Naves.
      Entre times que já passei percebi que alguns tinham dificuldades em aderir o Scrum não por dificuldade do entendimento das “regras”, mas sim, por não assumir os valores do Scrum. É um trabalho mais delicado, pois requer desejo de mudança das pessoas. Até a próxima.

pingbacks / trackbacks

Leave a Comment