Vai uma porção de UXCONFBR com cerveja?

  •  
  •  
  •  
  •  

E aí, pessoal!
Esse mês rolou a segunda edição de um evento muito importante para a área de User Experience, chamado UX CONF BR. De acordo com seus organizadores, tem como objetivo fortalecer o senso de comunidade em torno do design de produtos que se baseiam nas necessidades das pessoas. E o que isso tem a ver com agilidade? TUDO! :). Infelizmente não estavamos presentes pessoalmente, mas acompanhamos bastante coisa pela internet. Pensando em falar mais sobre como foi o evento, convidamos quatro participantes de perfis diferentes para contarem como foram suas experiências com o evento. Confira!

Carol Wirtti

Product Owner na DígithoBrasil. Hoje apaixonada por experiência do usuário e determinada em melhorar os produtos nos quais trabalha.
LinkedIn

Higor Nucci

Artesão de software na DígithoBrasil.
Twitter

Rafael Coronel

Designer de Interface, atualmente na DígithoBrasil. Hoje entusiasta de UX, Lean e Métodos Ágeis.
LinkedIn

Glauber Laender

Designer de Interfaces e consultor de UX Design na UXPERTS.
LinkedIn

Já havia participado do UX CONF BR antes?

Não. Já tinha ouvido muitos feedbacks positivos do evento e no ano passado conheci um pessoal ativo nesse evento no Interaction South America em Córdoba, Argentina.

Primeira vez que participo da UXConfBR.

Minha primeira vez no UXConfBR e também a primeira vez em Porto Alegre, gostei bastante das duas experiências.

Sim, estive na primeira versão do evento, porém muitas diferenças contemplaram a segunda edição. A principal mudança foram os vários workshops que rolaram na sexta-feira de manhã e agora, por exemplo os workshops: Pesquisa Etnográfica e Testes de Usabilidade. Além dessa versão ter dois dias (sexta e sábado).

Como o evento contribuiu para o seu conhecimento com relação a sua área de atuação?

Trabalho com produtos para o Governo do Estado do Mato Grosso do Sul, onde temos a interação com vários perfis de usuários e não temos acesso a todos eles e para isso precisamos saber se o que estamos entregando está fácil de ser utilizado, está claro e se estamos entregando valor. Hoje vivemos em um mundo, onde o contexto nos fornece diferentes aspectos sociais, sendo assim o ambiente, a usabilidade e uma boa experiência será primordial, tanto no dia a dia quando em novas estratégias para o produto.

Compreendi que estou construindo um projeto para pessoas usarem e passei a me preocupar mais com a satisfação delas.

Já estava aplicando alguns testes de usabilidade, olhando para o usuário, pensando em melhorias para o produto e lá pude ver o que a galera tem feito com seus produtos, o que tem dado certo e o que pode vir para dar certo. Isso influencia na hora de criar estratégias, pois com a bagagem que você adquire lá, faz com que você seja assertivo, que vá direto ao ponto.

Como eu já esperava, um dos maiores assuntos do evento foram a utilização das métricas de conversão para validar hipóteses e medir sucesso do que entregamos. Era justamente o que eu estava procurando e foram muito bem abordados durante as palestras. Agora, é hora de aplicar o conhecimento adquirido.

Já aplicou alguma coisa que você viu por lá? 🙂

Já comecei ;). A primeira ação que tomei quando cheguei aqui, foi colocar em prática a utilização de métricas nas features que estamos entregando. Peguei uma ideia com o Willian Sertório que me ajudou a organizar a medir alguns resultados, mostrei para os times em quais trabalhos e foi aprovado.

Apliquei algumas métricas para coletar dados que mostram a retenção em uma funcionalidade que achamos que as pessoas não voltam a usar. Também estou movimentando para que mais pessoas comecem a se preocupar que o seu trabalho influencia na vida das pessoas.

Já joguei o papo na roda (dayling) e com certeza virá coisa nova por aí. O bom é que não estou sozinho nessa, meu time é super engajado nessas coisas e se for para colaborar com o projeto, eles aceitam ideias tranquilamente.

Já começamos a mobilizar a utilização de métricas nas nossas aplicações.

Quais palestras te chamaram a atenção? Por que?

Gostar de métricas é melhor do que não gostar de métricas – Willian Sertório (AIDAX)
Ele enfatizou muito a utilização de métricas tanto no processo de design como no direcionamento do produto (no meu caso, como analista de negócio para tomar decisões estratégicas). Entender de métricas é estratégico, mas que tenhamos cuidado, pois temos que tomar decisões analisando poucas métricas, a tal paralisia da análise. Citou também o que seria uma boa métrica e alguns passos para trabalharmos no dia a dia.

Teste de Usabilidade na Sprint – Glauber Laender (DígithoBrasil)
Assisti o que aplicamos na prática aqui na DígithoBrasil e a forma que ele apresentou foi muita didática, trazendo os métodos ágeis com a importância de fazer um teste de usabilidade em cada iteração, com melhoria contínua evoluindo o produto e trazendo valor para o usuário.

The light side of the numbers – A importância dos Dados para a Experiência do Usuário – Luis Felipe Fernandes (HandMade UX).
Ele abordou muito a importância da utilização do BI ( Business Intelligence) e como deve ser usado para o bem e enfatizou que o estudo dos dados é essencial para uma boa experiência. Citou alguns exemplo como : A Netiflix (como as pessoas ficavam viciadas nas séries) e das novas opções além do like do Facebook, tudo baseado em dados, métricas
Ou seja, usar em conjunto : O quantitativo (que são os fatos) + Qualitativo( os porquês dos fatos) = K.Y.U (Know your user).

A palestra UX – O problema é que são pessoas do Marcelo Morais (Usuall) me marcou muito. Ela mostrou que os bugs e dificuldades que o aplicativo tem fazem com o que o usuário sinta uma dor emocional que afeta a mesma área do cerebro que a dor real.

Paulo Caroli – Canvas MVP
Caroli mostrou como fazer o mínimo de esforço para obtermos o máximo de aprendizado, usando Lean e métodos ágeis.

Gui Verdasca e Fernando Nunes – Como o Marketing pode auxiliar no engajamento e na Experiência do Usuário?
Venho da Publicidade e Propaganda, estudei muito sobre marketing e recentemente estou puxando o marketing para nossos produtos, justamente para engajamento do cliente. Gui e Fernando confirmaram o que eu já estava querendo fazer.

Gustavo Oliveira – UX, Influênciando decisões de negócios
Gustavo trouxe esperança, mostrou como foi a trajetória de uma equipe pequena equipe de UX dentro da TOTVS e no que eles foram conquistando, trazendo resultado e ganhando espaço dentro da empresa.

A palestra da Natalia Arsand (Booking.com) abordou pontos da Psicologia e manipulação. Com certeza um tempo muito interessante para UX Designers e profissionais de tecnologia que possuem o poder de persuasão em suas mãos.

No geral, o que achou do evento?

Experiência incrível, diferente dos eventos de agilidade que eu costumo ir que também agregam muito conhecimento, tive o prazer de estar em contato com profissionais que amam o que fazem e acima de tudo: Prezam por uma boa experiência e ainda por cima conseguimos vivenciar isso na prática sem querer, quanto utilizamos o UBER por lá (tem um post no meu face se quiserem dar uma olhada) Ou seja, tudo bem sincronizado com o que eu esperava ;).

O evento teve muitas palestras boas e mostrou que UX não é apenas para pessoas, mas também uma área estratégica para os negócios.

Super! Pessoal antenado, fazendo acontecer, trazendo novidades, pessoal do sul super engraçados. Pretendo ir nos próximos com certeza. E recomendo, também. Bora?

Incrível! Além de workshops de alto nível e um card de palestras completas, o contato com a galera da comunidade de UX é super importante para o aprendizado. Todos muito dispostos a compartilhar seus erros e acertos para trocar conhecimento e claro, os happy hours com desconto que o evento nos dá, ajuda a oxigenar nosso networking.

Chegamos ao final da nossa mini-entrevista. Como vocês puderam perceber, esse evento foi incrível e fica a nossa dica para a participação das próximas edições. Compartilhar conhecimento é algo muito rico que só traz benefícios para toda a comunidade. Para finalizar, gostaria de agradecer a participação da Carol Wirtti, do Higor Nucci, do Rafael Coronel e do Glauber Laender e parabenizar Pedro Belezza e Tiago Esser pela organização desse evento.
Muito Obrigado e até a próxima!

Leave a Comment