A Cerveja Do Seu Time!

  • 7
  • 2
  •  
  •  

E aí, galera!!

Vamos falar um pouco sobre facilitação? Como já disse em outros posts, esse é um assunto que gosto bastante e procuro sempre criar dinâmicas novas utilizando as experiências que meu time já vivenciou. Hoje vou falar de uma e que tem tudo a ver com nosso pub. Ou seja, cerveja!

Cerveja!!!! Fonte: Giphy

Cerveja!!!! Fonte: Giphy

Sou novo no time e, recentemente, estava conversando com eles para conhecê-los melhor. Durante a conversa, apareceu o tema happy hour. Nesse momento, me veio um estalo.

Ora, por que não fazer uma retrospectiva com cerveja?

Para isso fazer sentido, precisava de mais informações e foi quando perguntei como eles gostavam do chopp em um happy hour? Ou seja, com muita ou pouca espuma? Aguado ou mais encorpado? Essas informações eram chaves para eu detalhar melhor a retrospectiva que tinha em mente.

A Cerveja Do Time | Fonte: Própria

A Cerveja Do Time | Fonte: Própria

Como funcionou?

numero-1

Alinhei um contexto (falar sobre a sprint anterior), apresentei nossos números (com intuito de gerar algumas reflexões) e rodei um happiness radar para ver como estava o engajamento do time em alguns aspectos que fazem sentido para nós.

numero-2

Após essa conversa inicial, fiz a seguinte pergunta:

Galera, como gostamos de cerveja, que tal falarmos sobre a nossa sprint anterior associando-a a cerveja? Analisando a nossa sprint, a nossa cerveja veio aguada e com muita espuma? Ou veio encorpado com a espuma no ponto ideal?

numero-3

Então associei a espuma aos pontos que não funcionaram tão bem e que precisam de melhorias. A cerveja com os pontos que funcionaram bem.

numero-4

Defini um timebox para o time escrever sobre os pontos (os que funcionaram bem e os que não funcionaram tão bem assim).

numero-5

Em seguida, agrupei os post-its com alguns semelhantes que haviam aparecidos, realizei o Dot Voting para priorizarmos a conversa e fui anotando os experimentos que iam surgindo durante a discussão.

numero-6

No final, contabilizei os post-its em suas respectivas categorias e mostrei a conclusão. Ou seja, se o nosso chopp veio no ponto certo ou não.

Como podem ver, a abordagem é muito simples e bem fácil de ser aplicada. Compartilhei essa dinâmica com o pessoal do canal de #facilitação do agilidade.org e recebi ótimos feedbacksGabriel Gemelli, por exemplo, rodou dessa forma em seu time e o pessoal lá gostou da analogia. Já Carolina Serpejante pegou a ideia e a adaptou (utilizando a caipirinha no lugar da cerveja).

Outro ponto interessante dessa retrospectiva, foi que saímos dela e fomos para um happy hour. Sim!! Ficamos com sede! Para mim, isso foi muito valioso, pois a interação dos integrantes de uma equipe fora do ambiente de trabalho, ajuda bastante a transformar um grupo de pessoas em time.

Para finalizar, gostaria de deixar claro a importância de utilizar o seu conhecimento sobre o contexto que você vivencia para a criação de novas dinâmicas e sair da mesmice. Procure sempre observar o dia-a-dia do seu time (mesmo que você não seja o scrum master), pois isso é fundamental para que vocês construam a relação entre estratégia e engajamento do time.

O que você achou? Coloca aí nos comentários para podermos melhorar essa dinâmica. Ah, qual nome vocês sugerem? Eu pensei em cerveja do seu time, mas não sou muito bom com nomes… Por isso, conto com a participação de vocês para definirmos juntos!! Na sexta-feira divulgo o nome oficial nas redes sociais do nosso pub. 🙂

Um grande abraço!!

Leave a Comment