Scrum Game – Experimentos e Resultados

  •  
  •  
  •  
  •  

E aí pessoal, hoje será apresentada a 3ª e última parte da série Scrum Game. Nesta última parte da série, serão apresentados os experimentos e resultados. Desta forma, será possível observar os ganhos na adoção do Scrum Game como ferramenta de apoio no aprendizado do framework Scrum. Vale ressaltar que, a execução do jogo foi realizada com participantes de diferentes perfis e experiências.

Para quem não viu a parte 1 e parte 2, basta clicar nos respectivos links.

Durante a etapa de experimentos, que teve duração de 6 meses, 31 participantes jogaram o Scrum Game. Dentre estes participantes, 8 eram profissionais da área de T.I. com dois ou mais anos de experiência (Experientes em T.I.), 13 eram profissionais da área de T.I. com menos de dois anos de experiência (Iniciantes em T.I.) e 10 eram profissionais de outras áreas, como pedagogia ou assistência social (Não são de T.I.). Tais experimentos foram realizados em empresas de Manaus.

Durante o jogo, haviam dois tipos de projetos que poderiam ser desenvolvidos de acordo com a preferência dos jogadores. O primeiro consistia no desenvolvimento conceitual de uma aplicação móvel, através da criação do design das telas e da descrição das funcionalidades. Já o segundo consistia na criação de um bairro planejado através da montagem de maquetes. Ao término de todo o processo de desenvolvimento, os times apresentavam seus resultados ao cliente, no qual definia o ganhador(apenas para aguçar o lado competitivo). Logo abaixo, temos a imagem do jogo em execução com os participantes.

Dinâmica da maquete - Bairros planejados

Dinâmica da maquete – Bairros planejados

Para avaliar o desempenho dos participantes, duas provas foram aplicadas, uma antes e outra logo após a execução do jogo. Tais provas eram de múltipla escolha e aplicadas individualmente. Ao total  eram 14 questões que abordavam os conceitos do framework, como exemplo, definição dos papéis, reuniões (cerimônias) e  responsabilidades. Além disso, após a aplicação da primeira prova, as regras do jogo eram apresentadas e consequentemente, os conceitos do Scrum, para que os jogadores iniciassem o jogo. Em seguida, os participantes jogavam uma partida e, posteriormente respondiam a segunda prova.

Como exemplo de questões aplicadas nas provas temos:

  • O que é o Scrum Master?
  • Qual é a forma primária pela qual o Scrum Master colabora para que um Time de Desenvolvimento seja efetivo?
  • Com que frequência a reunião de retrospectiva deve ser realizada e por que?
  • Quem deve determinar como o Time de Desenvolvimento deve realizar seu trabalho?

Depois da aplicação de ambas as provas, observou-se que dentre todas as questões, a maior taxa de acerto estava relacionada com as questões que contemplavam os papéis, e a menor taxa de acerto era correspondente às cerimônias. Além disso, foi possível observar  também que o aumento da taxa de acerto ocorreu na segunda prova, como o esperado (ufa!). Como oportunidade nesse aspecto, pode-se observar que através do jogo era mais fácil de explicar ou reforçar um determinado assunto ainda que o participante ficasse com dúvida após a realização das provas (ganho significativo para os participantes e criadores da ferramenta) e, o tempo era significativamente menor no momento da explicação por conta dos cenários práticos.

Como forma representativa desses resultados, abaixo temos um gráfico que apresenta o desempenho dos jogadores atribuído à cada questão da prova.

Taxa de acerto por questão

Taxa de acerto por questão

Dentre os três grupos de jogadores citados anteriormente (Iniciantes em T.I., Experientes em T.I., Não são de T.I.), os participantes com dois ou mais anos na área de T.I. obtiveram uma taxa de acerto maior que os demais participantes nas duas provas, seguidos pelos participantes que não eram da área de T.I. e pelos participantes com menos de dois anos de experiência na área de T.I. Abaixo é apresentada uma comparação entre resultados de cada grupo de participantes.

Comparativo entre os grupos de participantes

Comparativo entre os grupos de participantes

Sabe o que é mais legal? É que após o uso do Scrum Game, soubemos que os participantes não só passaram a utilizar o Scrum na empresa, como também conseguiram entender e compreender o real valor ao adotar o framework na prática. Para os criadores da ferramenta foi um ganho gigantesco em saber que o objetivo havia sido alcançado.

Diante isso, fica aquela pergunta: Por que ser resistente a algo que lhe oferece oportunidades e facilita o seu dia a dia? (seja ágil!)

É isso aí galera, chegamos ao fim da série Scrum Game e espero que vocês tenham curtido.  Não esqueçam, qualquer coisa basta comentar logo abaixo que em seguida responderemos. Além disso, caso esteja interessado em adquirir o jogo, basta entrar em contato diretamente pelo e-mail scrum.game@gmail.com para que possamos acertar os detalhes. E se você estiver interessado em trocar umas ideias com os criadores da ferramenta (Igor Carneiro e Alice Adativa), pode entrar em contato diretamente conosco através dos seguintes e-mails: igor.ribeiro.carneiro@gmail.com e alice.adativa@gmail.com.

Um forte abraço e até a próxima!

Showing 2 comments
  • Luciana
    Responder

    Parabéns pelo post. Muito interessante.

    • Igor Carneiro
      Responder

      Olá Luciana. Obrigado 🙂

Leave a Comment