Assunto Para Happy Hour – Facilitação e seus Benefícios.

  •  
  •  
  •  
  •  

E aí, galera.

Nesse sábado (06/08/2016), aconteceu o nosso terceiro #AssuntoParaHappyHour com o tema facilitação e seus benefícios e tivemos os convidados João Reis (Agile Coach do Wallmart.com), Samuel Cavalcante (Agile Coach da Knowledge 21) e participações especiais do Diogo Riker (Agile.pub e FPF Tech) e da Jana Pereira (Agile.pub e FPF Tech).

Nessa conversa descontraída, falou-se um pouco sobre nossas experiências como facilitadores, destacando alguns casos de sucessos, fracassos e deixando no ar diversas dicas sobre como ser um excelente facilitador.

Esse bate-papo foi acompanhado das cervejas: Abbey Ale (da cervejaria Way Beer),  Petra Weiss Bier (da cervejaria Petrópolis) e uma finada Fuller’s London Pride (da cervejaria Griffin Brewery) que não resistiu esperar até a hora do nosso bate-papo, né João? 😉 .

Breve Resumo

Iniciei a conversa levantando a seguinte questão: “Por que comecei a facilitar?”. Para João, a necessidade apareceu quando ele percebeu as existências de problemas devido à conversas difíceis em seu ambiente de trabalho. Em seguida, complementou sua resposta com alguns insights sobre sua visão do que é ser um facilitador.

Para Samuel, ele já facilitava e não sabia! De acordo com o mesmo, é apaixonado por pessoas, interações e comunidades. Baseado nessa questão, assumiu o papel de facilitador quando começou a se aprofundar no tema através das certificações de Scrum Master (2013) e também o curso Agile Facilitator, da K21.

Já para mim, comecei a facilitar com objetivo de transformar e potencializar as reuniões de restrospectivas que havia vivenciado. A partir daí, passei a entender mais esse papel e acabei criando, junto com a Jana Pereira, um grupo de estudo na FPF Tech sobre facilitação.

No decorrer da conversa, surgiu muitos insights sobre o tema (exemplo: o facilitador tem que falar pouco?), as dificuldades que temos em nosso cotiadiano como facilitadores e também dicas preciosas, como: ser neutro, ter cuidado com as palavras que utiliza, ficar atentos ao perfil falador, respeitar o timebox, entre várias outras.

Aproveito para destacar algumas frases ditas:

  • Ajudar elas (as pessoas) a conseguirem resolver um problema que elas tem em comum.
  • Facilitação é mais sustentar perguntas para que as pessoas consigam achar essas respostas.
  • Melhor mesmo é quando a gente consegue emergir da galera, o aprendizado emergente!
  • Quando você gosta de trabalhar com pessoas, não tem coisa melhor (facilitar).
Alguns links falados durante o bate-papo

Learning Camp:
http://camp.learning30.co/pt/

TED de Antônio Luiz de Paula: A missão de um facilitador:
https://www.youtube.com/watch?v=P9asHBp8wys

Agile Facilitator:
http://www.knowledge21.com.br/treinamentos/curso/agile-facilitator/

Livro Helping – How to Offer, Give, and Receive Help. (Autor Edgar Schein).

Slack da Comunidade Ágil Brasileira:
http://agilidade.org

Apresentação do Samuel Cavalcante no TDC 2016:
http://pt.slideshare.net/samuelmbc/conhecendo-e-criando-novas-retrospectivas-tdcsp

Visual Thinking and Learning 3.0 Working Together at Walmart.com
http://www.happymelly.com/visual-thinking-and-learning-3-0-working-together-at-walmart-com/

Quero finalizar esse post agradecendo a participação de todos e que a sensação de “quero mais” foi unânime, rsrs! Muito obrigado, pessoal.

Espero que tenham gostado.

Abraço.

Leave a Comment